QUEM DISSEMINA SABER, APRENDE COM O CONHECIMENTO QUE CONSTRÓI? UM ESTUDO DE MÚLTIPLOS CASOS EM ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS DO NORDESTE DO BRASIL

Autores

  • Ahiram Brunni Cartaxo de Castro Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN, RN)
  • Lydia Maria Pinto Brito Universidade Potiguar (UNP, RN)
  • Jedidja Hadassa de Santana Varela Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN, RN)

Palavras-chave:

Aprendizagem Organizacional, Organizações Públicas, Estudo de múltiplos casos

Resumo

Gerir o conhecimento ainda é um desafio para as organizações contemporâneas, já que o conhecimento não se limita a temporalidade ou espaço geográfico e reside nas pessoas. A administração pública também passa por esse desafio, principalmente devido a saída de profissionais experientes em processo de aposentadorias e remoções. Diante disso, a questão principal de pesquisa é: na percepção de gestores de organizações públicas do Nordeste do Brasil, como as organizações aprendem? A pesquisa se justifica pela possibilidade de levantar medidas quantitativas que permitam observar onde estão as lacunas à aprendizagem organizacional e os caminhos percorridos que trouxeram resultados, bem como, compreender as estratégias que as organizações utilizam para viabilizar o aprendizado do conhecimento. O objetivo geral é verificar a partir da percepção de gestores de organizações públicas do Nordeste do Brasil como elas aprendem. Optou-se por um estudo de casos múltiplos e de campo, de abordagem quantitativo-descritiva. Os dados foram tabulados em planilhas eletrônicas. Os resultados sinalizam uma contradição: organizações que disseminam saberes para os produtores rurais e para a academia na área de saúde (universidade), não possuem internamente estratégias de facilitação da disseminação e aprendizagem do conhecimento sobre sua competência essencial. Além disso, os resultados demonstram que, a aprendizagem organizacional ainda não é uma lição consolidada em organizações públicas do Nordeste do Brasil, e os avanços encontrados seguem a tendência dos estudos da área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ahiram Brunni Cartaxo de Castro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN, RN)

Mestre em Administração pela Universidade Potiguar (UNP, RN). Administrador no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN, RN)

Lydia Maria Pinto Brito, Universidade Potiguar (UNP, RN)

Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC, CE). Professora titular do Mestrado em Administração da Universidade Potiguar (UNP, RN)

Jedidja Hadassa de Santana Varela, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN, RN)

Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN, RN). Professora de Psicologia do Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN, RN).

Downloads

Publicado

22-12-2014

Como Citar

Castro, A. B. C. de, Brito, L. M. P., & Varela, J. H. de S. (2014). QUEM DISSEMINA SABER, APRENDE COM O CONHECIMENTO QUE CONSTRÓI? UM ESTUDO DE MÚLTIPLOS CASOS EM ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS DO NORDESTE DO BRASIL. Perspectivas Em Gestão &Amp; Conhecimento, 4(2), 126–146. Recuperado de https://periodicos.bbn.ufpb.br/ojs2/index.php/pgc/article/view/17368

Edição

Seção

Relatos de Pesquisa | Research Articles